Descrição

RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO CÍVEL - AÇÃO DE COBRANÇA

Recuperação de crédito é um procedimento que visa cobrar valores que não foram pagos, a chamada inadimplência, ou seja, quando uma das partes de uma negociação não cumpre com o que havia sido acordado.

Existem inúmeros fatores que podem contribuir para a inadimplência, como por exemplo aumento do desemprego, problemas de saúde na família, demissão de um dos membros da família, péssima gestão da empresa devedora e também há aqueles que simplesmente pretendem desonrar com o que fora contratado.

O escritório Belfort Advogado é especializado em realizar recuperações de créditos, tanto através da cobrança extrajudicial quanto pelo ingresso de ação judicial.

Na cobrança extrajudicial, é sempre recomendável que seja realizado pelo profissional antes de ingressar com a ação judicial, inicialmente através do envio de uma NOTIFICAÇÃO EXTRAJUDICIAL, informando o valor da dívida, devidamente atualizada e acrescidas dos juros moratórios, e concedendo um prazo para que o DEVEDOR negocie "de forma amigável" o pagamento, sob pena de serem tomadas as medidas judiciais cabíveis, o que aumenta muito o valor do débito, devido as custas processuais e honorários advocatícios.  

Por sua vez, caso o DEVEDOR não acerte o pagamento de forma amigável, o CREDOR deverá ingressar com a devida ação judicial de cobrança, seja através de ação monitória ou execução de títulos, sendo que em ambas o DEVEDOR será intimado pelo juiz para que efetue o pagamento da dívida em determinado prazo, sob pena de serem penhorados bens suficientes para o pagamento da dívida, devidamente atualizada, acrescida de juros, multa, honorários e custas processuais.

Importante esclarecer que atualmente o judiciário possui muitas ferramentas colocadas à disposição dos credores para simplificar e agilizar a busca de bens aptos a satisfazer os créditos cobrados em ações, sendo os principais:

  • SISBAJUD (bloqueio de valores na conta do devedor)

  • RENAJUD (pesquisa e restrição de veículos em nome do devedor)

  • INFOJUD (acesso dos bens registrados na Receita Federal)

  • SERASAJUD (negativação do nome do devedor)

  • SNIPER (pesquisa de vínculos patrimoniais, societários e financeiros entre pessoas físicas e jurídicas por meio do cruzamento de diferentes bases de dados)

Porém, muitas vezes essas ferramentas NÃO SÃO SUFICIENTES PARA ENCONTRAR BENS EM NOME DO DEVEDOR, sendo neste momento que o CREDOR deve estar assessorado POR UM AGVOGADO ESPECIALISTA EM RECUPERAÇÃO DE CRÉDITO, pois deverão ser tomadas medidas específicas para encontrar bens do devedor.

Isso porque em muitas ocasiões, o DEVEDOR já possui inúmeras dividas no mercado, se encontrando num verdadeiro estado de insolvência, ou seja, não possui bens suficientes para pagar as suas dívidas, momento em que o DEVEDOR se utiliza dos chamados “laranjas”, seja um familiar ou uma pessoa próxima, com própósito de ocultar os bens que pertencem ao DEVEDOR.

Portanto, para ter sucesso numa recuperação de crédito, não bastar ingressar apenas com a ação judicial, deverá o CREDOR estar assessorado por um escritório especializado em cobranças, que realmente investigue à fundo o patrimônio e as relações financeiras do devedor, muito além das ferramentas disponibilizadas pelo judiciário, não deixando que o crédito do cliente pereça por não saber quais as medidas necessárias para encontrar os bens ocultados pelo devedor.  

 

Você vai Amar:

Visto recentemente: